The Alckimin Dead

The Walking Dead é uma série americana, de terror, transmitida no Brasil pelo canal FOX, que retrata um futuro pós-apocalípticos dominado por mortos-vivos. Por mais apoio da mídia e de partidos políticos, Alckmin parece não encontrar forças para ressuscitar nas pesquisas e já perde apoio até dentro do próprio partido

The Alckimin Dead
The Alckimin Dead (Foto: Agencia Brasil)

The Walking Dead é uma série americana, de terror, transmitida no Brasil pelo canal FOX, que retrata um futuro pós-apocalípticos dominado por mortos-vivos. No Brasil, com as eleições se aproximando, podemos dizer que teremos nossa própria versão, de uma série de zumbis: os mortos-vivos das pesquisas eleitorais.  Se a revista Veja “batizou” o pleito de 2018 de “eleições do pavor”, devemos creditar o medo proposto pelo desespero de seus antigos aliados, o PSDB, de sair da zona morta das intenções de voto. Por mais apoio da mídia e de partidos políticos, Alckmin parece não encontrar forças para ressuscitar nas pesquisas e já perde apoio até dentro do próprio partido.

Enquanto Lula cresce vertiginosamente nas pesquisas, liderando com muita folga, e demostra um alto potencial de transferência de votos para Haddad, colocando o PT, por ora, como protagonista do pleito, Alckimin não sai dos 6 por cento, nas pesquisas mais favoráveis. A situação fica dramática, porque, a menos de dois meses para as eleições, Lula tem mais de 6 vezes de intenções de votos de Alckmin, e Jair Bolsonaro, seu concorrente direto na preferência dos votos da direita, tem o triplo, somando 18%. O PSDB corre o sério risco de ficar de fora do segundo turno, deixando o lugar vago para o pavoroso Bolsonaro. Esse sim, digno de filme de terror.

A última cartada para sair da cova rasa das pesquisas foi pífia. Alckmin foi ao Nordeste se fantasiar de sertanejo para tentar ganhar a simpatia do eleitor. Soou tão falso como as maquiagens dos personagens na série de TV. As imagens viraram memes na internet e, certamente, a incursão teve efeito mais negativo do que positivo. Aguardaremos as próximas pesquisas, mas não seria um absurdo imaginar um distanciamento ainda maior de Alckmin aos líderes e mesmo de Marina Silva, que busca se consolidar na terceira colocação das eleições, nesse primeiro mês de campanha.

A versão brasileira da série, o Alckimin Dead, será a que mais será repetida durante o horário eleitoral, que começará no dia primeiro. O programa do estagnado tucano terá duração de 5 minutos e 32 segundos, mais que o dobro do segundo partido com mais tempo, o PT. A televisão pode ser a carta na manga para o presidenciável-zumbi enfim decolar nas pesquisas. Mas o que se espera é um voo rápido, pois seu próprio partido já começou a lhe abandonar. Em seu próprio Estado. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247