Todos com Lula

Não cabe um segundo de desatenção de todos que querem a devolução dos direitos básicos

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução/Youtube)


Os Institutos de pesquisas apontam, quase que semanalmente, a liderança de Lula para a Presidência nas eleições de 2022. Toda pesquisa tem margem de erro, todas são contestáveis, nenhuma é 100% confiável. Como ensina o folclore do futebol brasileiro: Jogo é jogo, treino é treino, e vice-versa

Acredita-se que algumas pesquisas inflam o ex-presidente estrategicamente, para que a militância e simpatizantes, sintam-se confiantes e diminuam o ímpeto das ruas e do convencimento. 

Os movimentos contra as Fakes News por parte do STF não surtirão efeitos inibitórios, a agência de mentiras que atuou em 2018 está ainda mais preparada para agir em 2022. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A diferença daquela eleição para a próxima é que a esquerda sentiu o golpe e não vai estar tão vulnerável. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A mídia golpista tenta a todo custo fazer brotar uma alternativa, a nefasta terceira via, que agregue ao candidato os votos do antibolsonarismo e do antipetismo. Parece que Sergio Moro, o pior brasileiro da história, será o escolhido. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dentro dessa realidade, não cabe um segundo de desatenção dos Partidos que estarão com Lula, de sua equipe, dos canais progressistas, dos articulistas, colunistas, militantes, progressistas e de todos que querem a devolução dos direitos básicos, da ascensão profissional, do bem-estar social de um tempo não muito distante. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email