Tolerância tem limite

A defesa do ex-presidente, finalmente teve acesso ao conteúdo dessas conversas e o STF não vai se acovardar desta vez, não há a menor possibilidade de Moro não ser considerado suspeito por ter julgado e condenado Lula

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A diferença de opinião é a maior contribuição que uma sociedade pode ter para o seu desenvolvimento em todos os aspectos, porque colabora na aceitação das diferenças. O ser humano cresce quando tem suas opiniões confrontadas porque vai obriga-lo a refletir e abrir novos canais de conhecimento, mesmo que mantenha a posição anterior, ele agrega ao seu universo vários componentes que servirão para futuras análises.  

Mas... todas as opiniões têm de ser respeitadas?  

Aí depende da opinião de cada um! 

Ouvir uma opinião, não concordar e ficar calado é uma forma de respeito, respeito pela ignorância do outro, e a indiferença agride mais do que trocar catiripapos.  

Então devemos ser intolerantes? 

O escritor Thomas Mann tem uma frase muito utilizada nas redes:” A tolerância é um crime quando o que se tolera é a maldade”  

Ou seja, a maldade, o fanatismo e a intolerância não se pode tolerar. 

O Capitão do exército e da guerrilha, Carlos Lamarca, tomou consciência da exploração do homem pelo homem, da injustiça social provocada pelo capitalismo e conheceu o sofrimento dos pobres dentro do exército brasileiro, tendo cunhado uma frase também utilizada nas redes e que é muito atual: “Eu vim servir ao exército pensando que o exército estava servindo ao povo, mas quando o povo grita por seus direitos, é reprimido. Aqui o exército defende os monopólios, os latifundiários, a burguesia. O povo é sempre reprimido. Esse exército é podre”. 

Esse exército hoje, negocia emendas no Congresso para comprar deputados. 

Não se pode tolerar a opinião do intolerante.  

Ora, mas assim você está sendo intolerante!  

Mas os fatos evidenciam a conjuntura e se você não for fanático e tiver o mínimo de formação cidadã, não vai jogar os ingredientes no liquidificador e fazer um suco de cor única.  

Os recursos do pré-sal, por exemplo, a sua função social seria 75% para a educação e 25% para a saúde, aí veio o golpe e quase 100% foi parar nas mãos das empresas estrangeiras. Se os recursos fossem usados como na proposta inicial teríamos menos problemas para combater a pandemia.  

Tem gente de opinião diferente, que contesta.  

Nós vendemos minério de ferro e ficamos com a lama, há dois anos a irresponsabilidade causou o estouro da barragem em Brumadinho; 

Ah, mas há controvérsias - dizem alguns.   

Quando leio algumas ‘divergências’ de opiniões penso que o melhor produto criado pelo capitalismo é o pobre que pensa que é rico. 

Mas logo equalizo com Paulo Freire que disse que seria uma atitude ingênua esperar que as classes dominantes desenvolvessem uma forma de educação que proporcionasse ás classe dominadas perceber as injustiças sociais de forma crítica. 

E aí, concorda? 

Está para estourar, na minha opinião, fique claro, o maior acerto de contas da história recente.   

A Lava Jato, que foi o maior golpe dado nas instituições brasileiras, que destruiu indústrias e soterrou empregos, que deu a Moro e Dallagnol, homens brancos, héteros e sulistas o título de heróis por perseguirem um nordestino operário que colocou os negros na universidade e comida na mesa dos pobres. Pois bem, agora estão em maus lençóis porque seus conluios para incriminar um inocente foram descobertos. 

Você não está convencido, né? 

Então, um dia antes do interrogatório, o juiz de uma causa liga para o procurador que denunciou o réu e pergunta se ele tem alguma denúncia consistente para ferrar com o acusado.  

Isso é tolerável? Juiz tem de ser imparcial!  

Mas no caso de Lula, o julgamento começou pelo fim, com o réu já condenado. 

A defesa do ex-presidente, finalmente teve acesso ao conteúdo dessas conversas e o STF não vai se acovardar desta vez, não há a menor possibilidade de Moro não ser considerado suspeito por ter julgado e condenado Lula.  

Quando isso acontecer, vai ter muita gente morrendo envenenada pela própria língua. 

Larga de ser intolerante, cara! 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email