Tragédia: hospitais de Manaus sem oxigênio!

www.brasil247.com - Profissionais de saúde tratam de paciente com Covid-19 em Manaus
Profissionais de saúde tratam de paciente com Covid-19 em Manaus (Foto: REUTERS/Bruno Kelly)


Título assustador da coluna de Mônica Bergamo na Folha: "Oxigênio acaba em hospitais de Manaus; pesquisador diz que leitos viraram câmara de asfixia". Segundo a notinha, "pacientes estão sendo transferidos para o Piauí". Cadê o genocida Jair Bolsonaro e o "craque em logística", general Eduardo Pazuello?

A nota informa que "a situação em Manaus voltou a se agravar nas últimas horas, segundo relato de profissionais que atuam em hospitais atendendo os pacientes de Covid-19". O governador bolsonarista Wilson Lima (PSC), que era todo metido a valentão quando apresentava o programa “Alô Amazonas”, na TV A Crítica, agora está desesperado e confuso, revelando sua total incompetência para o cargo.

Segundo o pesquisador Jesem Oerellana, da Fiocruz-Amazônia, que recebeu vídeos e áudios sobre o quadro dramático das unidades de saúde, os profissionais "estão relatando efusivamente que o oxigênio acabou em instituições como o Hospital Universitário Getúlio Vargas e serviços de pronto atendimento".

O pesquisador ainda afirmou à coluna de Mônica Bergamo: "Acabou o oxigênio e os hospitais viraram câmaras de asfixia. Os pacientes que conseguirem sobreviver, além de tudo, devem ficar com sequelas cerebrais permanentes". A jornalista procurou os responsáveis pela tragédia, mas não obteve retorno.

"A coluna conversou também com profissionais da área de saúde que afirmam que muitas pessoas vão morrer já nas próximas horas por falta de assistência. Uma das profissionais disse, chorando, que os pacientes estão sendo 'ambuzados', ou seja, recebendo oxigenação de forma manual, já que os respiradores estão sem oxigênio”.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email