Transparência rejeita Serraglio

O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), demitido da Justiça via imprensa, está num mato sem cachorro. Domingo (28) foi defenestrado do cargo pelo ilegítimo Michel Temer, mas, para garantir foro privilegiado para seu amigo, Rocha Loures, deu-lhe um prêmio de consolação: o Ministério da Transparência. O diabo é que a Transparência rejeita Serraglio, como ficou demonstrado nesta segunda-feira (29)

Plenário Câmara Deputado Osmar Serraglio Foto:PMDB 09/07/2015
Plenário Câmara Deputado Osmar Serraglio Foto:PMDB 09/07/2015 (Foto: Esmael Morais)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), demitido da Justiça via imprensa, está num mato sem cachorro. 

Domingo (28) foi defenestrado do cargo pelo ilegítimo Michel Temer, mas, para garantir foro privilegiado para seu amigo, Rocha Loures, deu-lhe um prêmio de consolação: o Ministério da Transparência.

O diabo é que a Transparência rejeita Serraglio, como ficou demonstrado nesta segunda-feira (29).

Servidores do órgão protestaram contra a ida do parlamentar investigado para o cargo.

Se Serraglio voltar à Câmara, há entendimento de que seu suplente Rocha Loures (PMDB-PR) não perderia o foro porque a ação penal que o investiga está atrelada a de Michel Temer.

Entretanto, nesses tempos de exceção e de relativização do Direito, é bom Rocha Loures colocar a barba de molho…

Na tarde desta terça-feira (30), Serraglio vai dizer se aceita a Transparência — embora a mesma já disse que não o aceita de jeito de nenhum.

Assista ao vídeo dos servidores:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247