Trator neoliberal correndo contra o tempo

www.brasil247.com - Paulo Guedes e Arthur Lira
Paulo Guedes e Arthur Lira (Foto: Reprodução)


Pelo sim, pelo não; Todos os bolsonaristas estão correndo contra o tempo por causa do resultado das próximas eleições. Já preveem uma retumbante derrota nas urnas e para isso, se falhar os planos para o golpe, vão correr desde já com todo tipo de reforma possível nesse pouco tempo que resta. É claro, que a disposição da câmara e senado está voltada para as eleições e possíveis tentativas de conseguir uma terceira via que consiga emplacar aos olhos do senso comum popular. Nesse meio tempo, projetos que demorariam meses e anos, já estão sendo pautados para votação e o famoso trator neoliberal está turbinado.

Tenho estremecimento ao ouvir sobre o projeto de acabar com as universidades públicas do país. Parece que ninguém mais fica estremecido. Nos romances antigos, todos tinham estremecimento. Uma alteração súbita e passageira da temperatura do corpo provocada por emoção, surpresa e medo. Os ministros de Bolsonaro já falaram que Universidade não deveria ser para todos, ou seja, apenas aqueles que podem pagar mensalidades exorbitantes poderiam ter direito ao ensino superior. A PEC propõe como base 50% do preço médio das mensalidades das universidades particulares. Isso significa uma mensalidade de R$5.000. E quem está ganhando mais de 20 mil para poder estudar? Sabe que estarão praticando uma eugenia, acabando com as cotas e tirando de vez os filhos de trabalhadores a chance de alcançarem um futuro mais digno. Vai apenas criar reserva de mercado para quem ganha mais. 

Um olhar perdido, diante do cenário em que está abatendo o país, com propostas cada vez mais acachapantes ao povo. Como se bastasse privatizar as universidades querem privatizar o SUS. O sistema mais elogiado do mundo, que consegue levar atendimento médico gratuito a todas as regiões do Brasil, de qualidade, sofre com mais um projeto para privatizar o Sistema único de saúde. Bem verdade que o sucateamento provocado por décadas de descaso dos governos, provoca no imaginário das pessoas um cenário diferente, mas graças ao sistema, muitos países usaram o modelo brasileiro como base para montarem seus próprios projetos médicos, inclusive os EUA no período de Obama. Porém, como sabemos os médicos e institutos de saúde, que são milionários, querem continuar seus ganhos. Para os viagaras e próteses, recorrem ao governo o dinheiro público, mas no atendimento ao povo, querem cobrar taxas e mensalidades. Sendo que um dos maiores motivos pra termos nos vacinado contra a COVID foi a rede de saúde pública gratuita, que chega a todos os pontos do país. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fico empalidecido e com muita vergonha, vendo que estão apertando para privatizar a Petrobras. Estou tal qual os livros de Bernard Shaw, que frequentemente usa a palavra empalidecido. O ex-juiz Sergio Moro virou réu em ação popular em que pedem que ele seja condenado a ressarcir os cofres públicos por prejuízos causados à empresa com sua Lava Jato, que teve apenas finalidade de tirar Lula da corrida eleitoral. Bolsonaro não consegue controlar os preços nas bombas, não consegue concluir uma única política na empresa, com 40 dias, José Mauro Ferreira Coelho é o novo ex-presidente da Petrobrás e tentou correr com um projeto para privatização. Para enganar os caminhoneiros, fingindo que está tentando resolver a questão e não ter nas mãos uma greve em pleno período de campanha eleitoral, Bolsonaro está na verdade de mãos atadas, afinal está com preços indexados ao dólar e o mercado internacional e não haverá como fazer nada, com a Petrobrás privatizada. Com o pré-sal no Brasil, as petroleiras americanas decidem retomar seu interesse na América do Sul, pois a soma do petróleo da Venezuela e do Brasil supera a reserva do Oriente Médio. Por isso, os interesses particulares de ganhos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esse Brasil, desde o golpe, não existe um cidadão que se tenha notícia, que não tenha ficado ruborizado com o momento político/social.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email