Tucanos que vão!

O PSDB é fracasso pleno, total e integral com dia e hora para desaparecer. As últimas pesquisas de intenção de votos para a Presidência da República revelam, por sinal, o adequado lugar dos tucanos: fora da disputa! Perdem para Jair Bolsonaro, Marina Silva e Ciro Gomes. Imaginem isso!?!? Para quem a esquerda deve agradecer? Para Aécio, Serra, FHC ou para todos juntos?

Brasília - O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, o ex-presidente da Fernando Henrique Cardoso, e governadores tucanos em reunião na sede da Executiva Nacional do PSDB (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília - O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, o ex-presidente da Fernando Henrique Cardoso, e governadores tucanos em reunião na sede da Executiva Nacional do PSDB (Valter Campanato/Agência Brasil) (Foto: Ângelo Cavalcante)

O PSDB está onde, de fato, deveria estar; como apêndice menor e reduzido de um governo corrupto, golpista e que lega para a empobrecida sociedade brasileira a maior crise econômica de toda a história brasileira.

Perdeu a paciência com a democracia depois de oito sovadas eleitorais nos pleitos com o PT e se pôs a flertar com o perigo; negou sua história, seus fundadores e doutrina, abriu mão de conceitos essenciais mesmo para sua social-democracia de beirada e jogou-se feroz na brasa do golpe.

Aliás e, por sinal, os efusivos e muito emocionados depoimentos de deputados e senadores do PSDB por ocasião do golpe contra o governo de Dilma Roussef são capítulos à parte na mais recente tragédia política brasileira e com direito a vastos comentários de rodapé.

Agora, em verdade, ponderemos... Para isso? Compensou? A tucanagem ao seu modo e estilo, rompeu com um muito delicado e precário equilíbrio de forças políticas; abobalhada, achou que o Brasil era São Paulo; que o Rio de Janeiro era Bertioga ou São Sebastião; que o Nordeste era Paraisópolis ou o Jardim Ângela e; que a Amazônia era seu Parque Trianon da Avenida Paulista.

Cheio de si, foi articulando em favor dessa trágica conjuntura política e que, sinceramente, nem eles sabem descrever o que, de fato, é ou representa. Desconsiderou mediações sociais, políticas e econômicas essenciais e, tal qual estamos testemunhando, a segunda força política-partidária do país segue firme para um pleno estado de inanição partidária.

Sejamos francos, um partido que se escora em João Doria como principal quadro e promessa política efetivamente, não anda bem das pernas; político neófito, de experiência político-administrativa nenhuma; sem qualquer projeto de integração urbana na cabeça; sem discursos ou narrativas humanistas essenciais e; que até agora, não apresentou absolutamente nada de relevante para o caos urbano de São Paulo; que barbarizou sobre moradores de rua; que militando em políticas proto-fascistas de higienização impôs "tratamento" compulsório para pessoas acometidas da enfermidade viciante do crack; venhamos e convenhamos... Já deu o que tinha de dar!

O PSDB é fracasso pleno, total e integral com dia e hora para desaparecer. As últimas pesquisas de intenção de votos para a Presidência da República revelam, por sinal, o adequado lugar dos tucanos: fora da disputa! Perdem para Jair Bolsonaro, Marina Silva e Ciro Gomes. Imaginem isso!?!? Para quem a esquerda deve agradecer? Para Aécio, Serra, FHC ou para todos juntos?

Com algum juízo, os tucanos devem refletir sobre o acontecido; imagina sobre o feito e o não feito; tira lições de fatos e acontecimentos. Política, por fim, madura e promissora é este exercício. Pensar e pensar bem!

Ao vivo na TV 247 Youtube 247