Um olhar sobre a política além da notícia: 2014-2018

O maior desafio na seleção de artigos foi condensá-los em número de 60 e estabelecer uma narrativa temporal e coerente do período compreendido entre a vitória eleitoral de Dilma Rousseff em 2014 até 2018, com a vitória do candidato da extrema-direita Jair Bolsonaro. Um espécie de “linha do tempo” da conjuntura política desse turbulento quadriênio

(Foto: Reuters/Francisco Proner)

O maior desafio durante a seleção de artigos foi condensá-los em número de 60 e, ao mesmo tempo, estabelecer uma narrativa temporal e coerente do período compreendido entre a vitória eleitoral da presidente Dilma Rousseff em outubro de 2014 até 2018, com a vitória do candidato da extrema-direita Jair Bolsonaro. Um espécie de “linha do tempo” da conjuntura política desse turbulento quadriênio.

O Livro foi tomando forma e o método que adotei foi selecionar artigos sobre os fatos e episódios políticos que amarravam a trama, o drama e a crueza da disputa de rumos e projetos para o país.

Neste sentido, mergulhei na linha de tempo estabelecida, obdecendo com objetividade e rigor o recorte temporal 2014-2018. Me ajudou muito para assegurar o cumprimento da tarefa o exercício de análise e a prática militante.

O ponto de partida da narrativa foi a campanha vitoriosa pela reeleição de Dilma, os zigues zagues durante o processo eleitoral e a radicalização do enfrentamento com o candidato da direita no segundo turno, o tucano Aécio Neves. Ainda no apagar das luzes do ano de 2014, Dilma anuncia a nomeação de Levy para o Ministério da Fazenda e o ajuste fiscal. O início do desastre…

Depois os acontecimentos foram tomando um ritmo de escalada, galopante e veloz. Um “tempo político” já influenciado pelo ritmo das redes sociais. Em 2015, o país entra de cabeça na polarização política: A economia paralisa, surge o desemprego, o governo perde base de sustentação social e a Direita inicia a tomada espetacular das ruas. O governo sitiado, entra na defensiva política.

2016: PT massacrado nas eleições municipais, Lava Jato a todo vapor, petistas perseguidos e esculachados nas ruas, aeroportos, botecos e restaurantes. Nossa hashtag #NãoVaiTerGolpe sem apelo e repercussão no coração e na mente do povo…Vem o golpe via impeachment, Dilma decapitada, o governo golpista de Temer e as medidas de regressão econômica e social…

O ano de 2017, sob governo Temer, a crise econômica avança, o desemprego e o desalento disparam. De volta a pobreza e a fome. A Lava Jato vem com tudo contra o ex-presidente Lula e o PT. Lawfare em ampla e impiedosa escala. O PT é uma “organização criminosa” bradam os jornais, televisões, rádios, púlpitos, tribunas parlamentares, casernas, escritórios requintados de gente endinheirada, alcovas de luxo…

2018: A prisão sem crime e sem provas de Lula, a escalada da extrema-direita, a vitória de Bolsonaro, a resistência do PT e da esquerda e a Campanha Lula Livre.

E como aponta a companheira Gleisi Hoffmann, que assina o prefácio do A Politica Além da Notícia e a Guerra Declarada Contra Lula e o PT, “mais do que nunca, esse momento exige resistência, persistência e luta das forças de esquerda, exige, principalmente, que o debate em torno do golpe e seus desdobramentos seja ampliado com a sociedade. Neste sentido, os artigos apresentados por Milton Alves neste livro nos dão a valiosa contribuição ao mostrar passo a passo com se deu esse golpe, que continua penalizando todo povo brasileiro”.

Por último, convido a todos para o lançamento do livro e desde já assumo o compromisso de realizar uma segunda edição com os artigos de 2019, que versam sobre o conceito e a necessidade da resistência ativa para derrotar a agenda do governo Bolsonaro, de neoliberais, generais e tribunais.

*Ativista político e social, militante do PT de Curitiba.

Serviço:

Lançamento e roda de conversa do livro A Política Além da Notícia e a Guerra Declarada Contra Lula e o PT (Kotter Editoral)

Dia 15 – quinta-feira – 19 h – no Mímeses Conexões Artísticas

Rua Celestino Júnior, 189 – São Francisco – Curitiba

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Bolsonaro é um estorvo
blog

O presidente-banana

"Quem manda de verdade não precisa dizer a toda hora que manda; presidente que conhece o seu papel sabe que não é ele que manda, apenas representa a população brasileira", escreve o jornalista Alex...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247