Unificar as forças progressistas e derrotar o atraso

Mais uma vez as forças do atraso, inconformadas com a derrota eleitoral de 2014, arvoram-se em contestar o mandato legitimamente conquistado da presidenta Dilma Rousseff

Mais uma vez as forças do atraso, inconformadas com a derrota eleitoral de 2014, arvoram-se em contestar o mandato legitimamente conquistado da presidenta Dilma Rousseff.

Herdeiros da tradição autoritária e de um velho "udenismo" falso moralista, excludente e elitista, nunca viram com "bons olhos" as políticas públicas de inclusão social. É preciso desnudar essa falácia!

Consciente das dificuldades enfrentadas pelo governo, fruto da continuada crise da economia internacional, cabe a nós do Partido dos Trabalhadores explicar às trabalhadoras e aos trabalhadores o que está em jogo neste momento.

Unir todos os setores progressistas da sociedade brasileira é o caminho para fazer frente a essa onda conservadora que quer fazer regredir direitos duramente conquistados pelo povo brasileiro.

Toda as vezes que as forças populares recuaram ou se engalfinharam em devaneios pseudos esquerdistas, quem perdeu foram os pobres.

Defender o legado dos governos de Lula e Dilma é imprescindível para a continuidade das conquistas populares.

A despeito de erros cometidos, o saldo é extremamente positivo. Avançar nas conquistas é o que almejamos. Para isso, é preciso fugir da acomodação e da burocratização exacerbada que grassa em nossas fileiras.

Rejuvenescer o discurso e apontar novas conquistas é o caminho!

Ao vivo na TV 247 Youtube 247