Vascaínos xingam Bolsonaro no Allianz

O que salvou o dia foram os torcedores; quando Bolsonaro entrou em campo, em mais uma tentativa de misturar política com futebol, o que Bolsonaro ouviu foi uma sonora vaia, especialmente da torcida do Vasco

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O resultado foi péssimo para palmeirenses, como eu. Só vencendo o Vasco continuaríamos garantidos na ponta. Empatar em casa teve sabor de derrota. A queda abrupta do time é inexplicável: são os mesmos jogadores e o mesmo técnico.

O que salvou o dia foram os torcedores.

Quando Bolsonaro entrou em campo, em mais uma tentativa de misturar política com futebol o que ouviu foi uma sonora vaia, especialmente da torcida do Vasco, que tinha três razões para gritar em alto e bom som “ei, Bolsonaro, vai tomar no cu”: 1) por ele ser palmeirense; 2) porque são cariocas e o conhecem e 3) porque já perceberam que ele é o pior presidente da história do Brasil. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247