Vergonha

O país foi transformado numa grande senzala que a casa grande administra do alto da sua luxúria

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

“De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto.” Rui Barbosa

Nessa frase, o causídico reclamava da república.

Entretanto, essa é a impressão que se tem, hoje, do governo que está na administração do estado brasileiro.

Quando a gente vê um sujeito que ficou foragido por longo tempo ser liberado para a prisão domiciliar, e a sua esposa, que ainda é foragida, ter a mesma prerrogativa, embora, não tenha sido encontrada, nem tenha sido aquilatado o débito desta com a justiça, você fica com a impressão de que os poderes estão nas mãos dos maus.

E você fica com a impressão de que subiu a você um desânimo em relação a virtude, e que a honra é motivo de chacota.

Quando você percebe as nulidades que levam o presidente a tomar posição única, e, exclusivamente, para proteger o seus filhos.

Quando você percebe a condução da crise sanitária, você se dá conta de que a desonra prospera às custas da vida de muitos.

Enquanto isso o congresso cogita em privatizar a água.

Quando você ouve juiz dizendo que usou o réu para se projetar, réu que ele condenou sem provas; e o que o Ministério Público cometeu alta traição, permitindo a intromissão de uma potência estrangeira, numa operação que alcançaria a economia e a estratégia industrial do país.

Quando você vê que os principais apoiadores do presidente são os maiores sonegadores.

Quando você percebe que juízes supremos não tomam a posição que deveriam tomar, que não anulam o que deveriam, como colaboram oferecendo benesses para poupar possíveis réus.

Quando você vê que os trabalhadores estão sem presente e sem futuro, e que, em troca da precarização do trabalho (analogia ao trabalho escravo) o setor produtivo concordou com a priorização do setor financeiro.

Quando, diante disso tudo você vê figuras importantes da oposição celebrando pactos com a elite chique, responsável, também, ao lado da direita troglodita, por tudo o que está aí, você é tentado a se desesperar da história e a descrer do sistema, e a ter vergonha de ser honesto.

O país foi transformado numa grande senzala que a casa grande administra do alto da sua luxúria!

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email