Viagem de Moro aos EUA é fuga acintosa de sua atividade como juiz

"No máximo, foi dar explicações ao Departamento de Justiça dos EUA sobre os vazamentos do Instagram - e levar os esporros de praxe reservados a cucarachas incompetentes", avalia a jornalista Leandro Fortes, do Jornalistas pela Democracia; "Não passa de um homem apavorado experimentando o gosto amargo da perda de serventia, destino inexorável de todo serviçal da Casa Grande brasileira"

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Por Leandro Fortes, para o Jornalistas pela Democracia 

Sérgio Moro não tem agenda secreta nos Estados Unidos. Ele, simplesmente, não tem agenda nenhuma. 

Essa viagem é uma fuga acintosa e ridícula de um ex-ministro em atividade que teve a atuação anterior, de juiz, completamente desmoralizada pelos arquivos do The Intercept Brasil.

No máximo, foi dar explicações ao Departamento de Justiça dos EUA sobre os vazamentos do Instagram - e levar os esporros de praxe reservados a cucarachas incompetentes.

Está fazendo, isso sim, um turismo tosco, às custas do erário, visitando posto de fronteira e fingindo firmar acordos bilaterais sem nenhum fundamento prático e que jamais serão viabilizados, por inúteis.

Não passa de um homem apavorado experimentando o gosto amargo da perda de serventia, destino inexorável de todo serviçal da Casa Grande brasileira.

(Conheça e apoie o projeto Jornalistas pela Democracia)

Ao vivo na TV 247 Youtube 247