Vigília Lula Livre

(Foto: Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

As manifestações populares fazem parte da história das sociedades e são responsáveis por mudanças políticas, econômicas, sociais e culturais. Em geral, estudantes e sindicalistas estão na linha de frente das manifestações, em confronto com as forças conservadoras.

Foi assim em Paris em 1968, na Praça da Paz Celestial em 1989, a Primavera Árabe em 2010, a Revolução Russa em 1917, os movimentos contra a guerra no Vietnã nas décadas de 1960 e 1970 e o movimento pelas Diretas no Brasil em 1983 e 1984.

A Vigília Lula Livre em Curitiba vai marcar época, vai entrar para a história das grandes manifestações da sociedade moderna e civilizada. Ao contrário das outras aqui citadas, sem corpos incendiados, sem armas, bloqueio de estradas ou ditadores fugindo; os manifestantes são solidários e pacíficos, mas com o poder de virar um tanque de guerra se preciso.

O Presidente Lula tem o compromisso de, ao sair do cárcere político, ir ao encontro dos companheiros que lá estão e brindar com um copo de cachaça, símbolo do operário brasileiro, abraçar cada cidadão e cidadã, que deixaram suas rotinas por uma causa, por acreditar que a democracia se encontra na força da união e que assim podemos restituir nossa soberania. Os companheiros da Vigília merecem todo o respeito, apoio e admiração, porque estão na luta com os seus e com as suas pela liberdade de um dos nossos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email