Abin vai manter escolta de Moro em tempo integral por pelo menos seis meses

Moro, que deixou o Ministério da Justiça atirando em Bolsonaro, terá mesmo esquema de segurança que mantinha no governo. Pensão que diz ter pedido como "única condição" para aceitar o cargo não deve ser paga

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fala à imprensa.
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fala à imprensa. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Após pedir demissão do Ministério da Justiça na última sexta-feira (24), Sérgio Moro e a família continuarão sendo escoltados por agentes da Polícia Federal pelo menos pelos próximos seis meses, segundo a coluna de Bela Megale, na edição desta segunda-feira (27) do jornal O Globo.

A informação teria sido confirmada pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que é comandado pelo general Augusto Heleno, que confirmou que o mesmo esquema de segurança será mantido até pelo menos o mês de novembro.

Leia mais na Fórum.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247