Ação sobre sítio é mais uma etapa da farsa judicial da Lava Jato, diz Lula

Em nota publicada em seu Facebook no fim da tarde desta terça-feira (1), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou a decisão do juiz Sérgio Moro em aceitar a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-presidente no caso do sítio de Atibaia; na nota, Lula afirma que a operação já reconheceu que “não tem provas para relacionar o ex-presidente a desvios da Petrobras, mas insiste em persegui-lo”; o juiz Sérgio Moro bloqueou todos os bens do ex-presidente Lula - e o sítio de Atibaia não está na lista 

Em nota publicada em seu Facebook no fim da tarde desta terça-feira (1), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou a decisão do juiz Sérgio Moro em aceitar a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-presidente no caso do sítio de Atibaia; na nota, Lula afirma que a operação já reconheceu que “não tem provas para relacionar o ex-presidente a desvios da Petrobras, mas insiste em persegui-lo”; o juiz Sérgio Moro bloqueou todos os bens do ex-presidente Lula - e o sítio de Atibaia não está na lista 
Em nota publicada em seu Facebook no fim da tarde desta terça-feira (1), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou a decisão do juiz Sérgio Moro em aceitar a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-presidente no caso do sítio de Atibaia; na nota, Lula afirma que a operação já reconheceu que “não tem provas para relacionar o ex-presidente a desvios da Petrobras, mas insiste em persegui-lo”; o juiz Sérgio Moro bloqueou todos os bens do ex-presidente Lula - e o sítio de Atibaia não está na lista  (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -   Em nota divulgada em seu Facebook nesta terça-feira (1), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a decisão do juiz federal Sergio Moro de aceitar a denúncia de corrupção e lavagem de dinheiro no processo sobre o sítio de Atibaia (SP). Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), Lula foi o beneficiário de reformas orçadas em cerca de R$ 1 milhão feitas pelas construtoras Odebrecht e OAS supostamente em troca de seis contratos com a Petrobras.

Segundo Lula, a aceitação da denúncia é “mais uma etapa da farsa judicial movida pela Lava Jato”. Na nota, Lula afirma que a operação já reconheceu que “não tem provas para relacionar o ex-presidente a desvios da Petrobras, mas insiste em persegui-lo”. Segundo a defesa de Lula, o sítio de Atibaia não pertence ao ex-presidente e está registrado em nome de Jonas Suassuna e Fernando Bittar, amigos da família Lula da Silva.

Leia a nota na íntegra:
A abertura de ação sobre o sítio de Atibaia é mais uma etapa da farsa judicial movida pela Lava Jato contra o ex-presidente Lula.

Em decisões anteriores, a Lava Jato já reconheceu que não tem provas para relacionar Lula a desvios da Petrobrás, mas insiste em persegui-lo para condenar sem provas, sem crime e fora da lei.

Os bens que de fato pertencem ao ex-presidente, todos eles declarados à Receita, foram bloqueados pelo juiz Sergio Moro e entre eles não está o sítio de Atibaia, que não é e nunca foi de Lula.

A Lava Jato violenta mais uma vez a lei e os direitos de Lula, porque há dois anos vem mentindo para o país e não consegue reconhecer que errou.

 
 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247