Adiada mais uma vez: governo federal diz que máscaras da China chegarão ao Brasil no dia 27

A chegada das máscaras já foi adiada por três vezes. O ministro Tarcísio de Freitas informou que aviões brasileiros já estão na China, mas que aguardam a liberação do material

Família com máscara de proteção em praça do Rio de Janeiro
Família com máscara de proteção em praça do Rio de Janeiro (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta quarta-feira (22) que a chegada de 17 milhões de máscaras vindas da China para auxiliar na proteção contra o Covid-19 deve acontecer na próxima segunda-feira (27).

A chegada das máscaras já foi adiada por três vezes: inicialmente a entrega estava prevista para o dia de 10 de abril, que foi passada para a semana seguinte e depois adiada novamente para o dia 21 de abril.

Tarcísio de Freitas informou que aviões brasileiros já estão na China, mas que aguardam a liberação do material. "Eles [os chineses] reforçaram nesses últimos dias as inspeções desses produtos. Então a gente tem a inspeção da autoridade chinesa e da nossa empresa de certificação para fazer o embarque. Essa inspeção e o embarque devem acabar no sábado. Então é provável que as aeronaves decolem da China no domingo. E esse material, essa carga de EPIs [equipamentos de proteção individual] deve chegar aqui, essa primeira carga, na segunda-feira".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247