Admar Gonzaga, que defende veto de ofício, julgará ação pela inelegibilidade de Lula

O ministro do TSE Admar Gonzaga será o responsável por tratar da ação movida pelo MBL que pede "desde já" a inelegibilidade do ex-presidente Lula e até a citação de seu nome em pesquisas eleitorais; Admar, já afirmou várias vezes que defende o veto "de ofício" a candidatos que sejam considerados enquadrados pela Lei da Ficha Limpa; MBL, que apoiou o golpe de 2016, alega que a inelegibilidade de Lula – que mesmo preso em Curitiba vem liderando todas as pesquisas de intenção de voto - é "evidente"

Admar Gonzaga, que defende veto de ofício, julgará ação pela inelegibilidade de Lula
Admar Gonzaga, que defende veto de ofício, julgará ação pela inelegibilidade de Lula

247 - O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Admar Gonzaga será o responsável por tratar da ação movida pelo Movimento Brasil Livre (MBL) que pede "desde já" a inelegibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a citação de seu nome em pesquisa eleitorais pelos institutos de pesquisa. Admar, já afirmou várias vezes que defende o veto "de ofício" a candidatos que sejam considerados enquadrados pela Lei da Ficha Limpa. 

Na ação, o MBL, que apoiou o golpe de 2016 que levou ao impeachment da presidente eleita Dilma Rousseff, alega que a inelegibilidade de Lula – que mesmo preso em Curitiba vem liderando todas as pesquisas de intenção de voto - é "evidente".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247