Advogado de Lula reforça que só prestou assessoria jurídica em caso de terreno

O advogado Roberto Teixeira, que representa o ex-presidente Lula, afirma que os depoimentos colhidos hoje pelo juiz Sergio Moro "deixam patente que prestei tão somente assessoria jurídica no processo de aquisição do imóvel da Rua Haberbeck Brandão, 178, Vila Clementino (SP)", a fim de "solucionar intrincados problemas jurídicos que envolviam o citado imóvel e dificultavam sua venda"; "O exercício da advocacia não é crime, ao contrário do que tentam fazer crer certos membros da Operação Lava Jato", defende-se Teixeira em nota

O advogado Roberto Teixeira, que representa o ex-presidente Lula, afirma que os depoimentos colhidos hoje pelo juiz Sergio Moro "deixam patente que prestei tão somente assessoria jurídica no processo de aquisição do imóvel da Rua Haberbeck Brandão, 178, Vila Clementino (SP)", a fim de "solucionar intrincados problemas jurídicos que envolviam o citado imóvel e dificultavam sua venda"; "O exercício da advocacia não é crime, ao contrário do que tentam fazer crer certos membros da Operação Lava Jato", defende-se Teixeira em nota
O advogado Roberto Teixeira, que representa o ex-presidente Lula, afirma que os depoimentos colhidos hoje pelo juiz Sergio Moro "deixam patente que prestei tão somente assessoria jurídica no processo de aquisição do imóvel da Rua Haberbeck Brandão, 178, Vila Clementino (SP)", a fim de "solucionar intrincados problemas jurídicos que envolviam o citado imóvel e dificultavam sua venda"; "O exercício da advocacia não é crime, ao contrário do que tentam fazer crer certos membros da Operação Lava Jato", defende-se Teixeira em nota (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O advogado Roberto Teixeira, que representa o ex-presidente Lula, afirmou nesta terça-feira 9 que os depoimentos colhidos hoje pelo juiz Sergio Moro "deixam patente" que ele prestou "tão somente assessoria jurídica no processo de aquisição do imóvel da Rua Haberbeck Brandão, 178, Vila Clementino (SP)", a fim de "solucionar intrincados problemas jurídicos que envolviam o citado imóvel e dificultavam sua venda".

O ex-presidente é acusado nesta ação penal de receber um terreno como propina, onde seria construída a nova sede do Instituto Lula e um imóvel vizinho ao apartamento onde mora, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Segundo a acusação, os imóveis teriam sido comprados pela Odebrecht em troca de contratos firmados pela empreiteira com a Petrobras.

"O exercício da advocacia não é crime, ao contrário do que tentam fazer crer certos membros da Operação Lava Jato", defende-se Teixeira em nota. O advogado Cristiano Zanin Martins afirmou que os depoimentos de hoje mostram que a ideia da construção de um memorial para guardar os pertences do ex-presidente "não guarda qualquer relação com os 8 contratos firmados entre a Odebrecht e a Petrobras, como diz a acusação do Ministério Público Federal" (leia aqui).

Abaixo, a nota de Teixeira:

Nota

Os depoimentos de José Carlos Bumlai, Mateus Claudio Baldassari e Marcelo Carvalho Ferraz colhidos hoje pelo Juízo da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba deixam patente que prestei tão somente assessoria jurídica no processo de aquisição do imóvel da Rua Haberbeck Brandão, 178, Vila Clementino (SP). No contexto de minha expertise no Direito, atuei para solucionar intrincados problemas jurídicos que envolviam o citado imóvel e dificultavam sua venda.

Assessorei inicialmente Glaucos da Costamarques e, posteriormente, solucionadas as intrincadas pendências jurídicas, novamente o assessorei na revenda do referido imóvel para a DAG Construtora Ltda.

Diante da intenção desse meu cliente de revender o imóvel, houve, nesse interregno, sugestão de aquisição pelo Instituto da Cidadania, que viria a ser sucedido pelo Instituto Lula. Porém, após análise, não houve interesse na compra pelo Instituto;

O exercício da advocacia não é crime, ao contrário do que tentam fazer crer certos membros da Operação Lava Jato.

Roberto Teixeira
António Claudio Mariz de Oliveira ( Advogado de Roberto Teixeira)

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247