Advogado diz que Funaro vai delatar e deixa defesa

O advogado Cezar Bittencourt informou nesta quarta-feira 7 ter deixado a defesa de Lúcio Funaro; segundo ele, o doleiro, que operava junto com Eduardo Cunha (PMDB-RJ) num esquema de corrupção na Caixa, negocia um acordo de delação premiada; ele teria prometido entregar Michel Temer

Doleiro Lúcio Funaro, operador de Eduardo Cunha
Doleiro Lúcio Funaro, operador de Eduardo Cunha (Foto: Gisele Federicce)

247 - O advogado Cezar Bittencourt informou nesta quarta-feira 7 ter deixado a defesa de Lúcio Funaro. Segundo ele, o doleiro, que atuava como operador de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), negocia um acordo de delação premiada.

Para deixar a defesa, Bittencourt apontou "conflito de interesses", uma vez que também defende o homem da mala de Temer, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Funaro teria prometido entregar Michel Temer e crimes desconhecidos da JBS.

A irmã de Funaro foi presa no dia 18 de maio, no âmbito da Operação Patmos, da Polícia Federal, depois de ter sido flagrada recebendo dinheiro da JBS em nome do irmão. Os valores, segundo os investigadores, serviriam para comprar o silêncio de Funaro, que está preso.

Segundo a delação premiada de Fabio Cleto, ex-vice presidente de Fundos e Loteria da Caixa Econômica Federal, Lúcio Funaro atuava em nome de Cunha no recebimento de propina para liberação de aportes milionários do fundo do FGTS para grandes empresas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247