Advogados criam rede de apoio para representar participantes do Enem

O professor universitário do Mato Grosso (MT) Igor Santos gerencia uma rede de apoio de advogados que se disponibiliza a ajudar candidatos do Enem. A rede tem 35 advogados

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O professor universitário do Mato Grosso (MT) Igor Santos gerencia uma rede de apoio de advogados que se disponibiliza a ajudar candidatos do Enem - Exame Nacional do Ensino Médio - que se dizem prejudicados pelos erros de correção nas provas do exame. De acordo com o ministério da Educação, cerca de 6 mil estudantes foram afetados. A rede tem 35 advogados.

Em entrevista à Catraca Livre, o docente afirmou que a ideia nasceu para facilitar o acesso à Justiça, principalmente daqueles com menos dinheiro e que vivem em cidades do interior. Além disso, segundo ele, temos um “sistema de ensino muito injusto”, por isso um processo que promove uma igualdade formal de vestibular precisa ser isento de qualquer irregularidade.

Pelo e-mail [email protected] foram enviados mais de 100 pedidos de ajuda durante a semana. “Conseguimos conectar, até agora, 28 estudantes com seus advogados”, comemora Igor. “A gente pode atender apenas as pessoas hipossuficientes, que são reconhecidas pela lei como pobres”, afirmou. Atualmente, essa renda é de dois salários mínimos por família. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247