Afrânio Silva Jardim: Bolsonaro é a própria inconstitucionalidade

"Jamais imaginei que pudéssemos ter um presidente tão irresponsável", afirma o jurista Afrânio Silva Jardim em referência a Jair Bolsonaro; "Disse ele aos novos diplomatas: 'quando a saliva acaba, entra a pólvora'. Sua afirmação é uma tragédia, seja no âmbito das relações internacionais, seja no âmbito das relações entre as pessoas", acrescenta. "Ele é a própria inconstitucionalidade!!!"

Afrânio Silva Jardim: Bolsonaro é a própria inconstitucionalidade
Afrânio Silva Jardim: Bolsonaro é a própria inconstitucionalidade

Por Afrânio Silva Jardim, em seu Facebook

CUMPRA-SE A CONSTITUIÇÃO DO BRASIL !!!

Jamais imaginei que pudéssemos ter um presidente tão irresponsável.

Disse ele aos novos diplomatas: "quando a saliva acaba, entra a pólvora”.

Sua afirmação é uma tragédia, seja no âmbito das relações internacionais, seja no âmbito das relações entre as pessoas.

Ele só sabe pregar a violência, naturalmente, "em nome de Deus e da família" ... (rs).

Ele é a própria inconstitucionalidade !!! (rs)

"Artigo. 4º : A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios:

I - independência nacional;

II - prevalência dos direitos humanos;

III - autodeterminação dos povos;

IV - não-intervenção;

V - igualdade entre os Estados;

VI - defesa da paz;

VII - solução pacífica dos conflitos;

VIII - repúdio ao terrorismo e ao racismo;

IX - cooperação entre os povos para o progresso da humanidade;

X - concessão de asilo político.

Parágrafo único. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247