Ajudante de ordens de Bolsonaro confirma à PF encontro com Luís Miranda

O deputado Luis Miranda afirmou ter encontrado Jair Bolsonaro em 20 de março para denunciar o caso e avisar que seu irmão estaria sofrendo pressões para aprovar a importação do imunizante

Deputado Luís Miranda
Deputado Luís Miranda (Foto: Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, Jonathas Diniz Vieira Coelho, que é da Marinha, confirmou o encontro com o deputado federal Luís Miranda (DEM) em depoimento à Polícia Federal (PF). O marinheiro destacou, em março deste ano, que Miranda o enviou mensagens pedindo que avisasse ao presidente sobre "um esquema de corrupção pesado".

O jornal O Globo teve acesso ao depoimento, no qual o ajudante de ordens confirmou que conversou com Miranda em 20 de março, após voltar de um evento em Taguatinga, onde acompanhava Bolsonaro.

"Avisar o PR que está rolando um esquema de corrupção pesado na aquisição das vacinas dentro do Min. da Saúde", disse o parlamentar ao marinheiro, que destacou ainda que Bolsonaro teve conhecimento dessa mensagem, e imediatamente teria pedido um encontro com o deputado.

PUBLICIDADE

Em junho deste ano, Miranda e seu irmão, o servidor de carreira do Ministério da Saúde, Luis Roberto, revelaram irregularidades na negociação de compra superfaturada da vacina indiana Covaxin, intermediada pela Precisa Medicamentos.

O deputado afirmou ter encontrado Bolsonaro em 20 de março para denunciar o caso e avisar que seu irmão estaria sofrendo pressões para aprovar a importação do imunizante.

PUBLICIDADE

À CPI da Covid, os irmãos Miranda disseram que Bolsonaro sabia da denúncia que isso era coisa do líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP). Por isso, Bolsonaro é acusado de prevaricação pela comissão.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email