Alckmin: baixa renda terá ligação de esgoto gratuita

O governador de So Paulo disse que o Estado vai bancar a ligao de esgoto das residncias de famlias com renda de at trs salrios mnimos

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje que o Estado vai bancar a ligação de esgoto das residências de famílias com renda de até três salários mínimos à rede coletora da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Segundo ele, o programa, que será lançado amanhã, terá 20% dos custos pagos pela Sabesp e 80% pelo Tesouro Estadual.

"A gente observa que, em muitos bairros com famílias de menor renda, a rede está pronta, na rua, tem coletor, interceptor, estação de tratamento, mas as casas não estão ligadas à rede porque as famílias não têm dinheiro para fazer a ligação". Alckmin participou do evento "Pomar Urbano - Uma História de Sucesso", na zona sul da capital. Ele informou que, entre mão de obra e material, o custo da ligação é de aproximadamente R$ 1,5 mil. "Então, o governo, para famílias que tenham renda de até três salários mínimos, vai pagar a ligação".

De acordo com Alckmin, as famílias com renda superior a três salários mínimos serão procuradas pela Sabesp e pressionadas a fazer a ligação. "Acima disso, vai apertar para as pessoas fazerem a ligação na rede", afirmou. O objetivo, segundo ele, é cumprir as metas do Estado para coleta e tratamento de esgoto até 2015. "Nossa meta é passar de 84% para 87% a coleta na Região Metropolitana e de 70% para 84% o tratamento de esgoto."

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247