Alcolumbre descarta abrir processo contra Flávio Bolsonaro no Conselho de Ética do Senado

"Isso é um episódio que aconteceu fora do mandato de senador e a discussão é jurídica, de advogado no Poder Judiciário, não é no Conselho de Ética e não é no Senado Federal”, disse o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-RJ) nesta sexta-feira (20) acercadas investigações onde Flávio é suspeito de integrar um esquema de desvio de salários na época em que era deputado estadual na Alerj

À mesa, presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).
À mesa, presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP). (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-RJ), afirmou que o senador Flávio Bolsonaro, investigado pela suspeita de um esquema de desvio de salários na época em que era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), é “muito bem intencionado” e que descartou a possibilidade de abrir um processo no Conselho de Ética da Casa. A justificativa, segundo ele, é que os atos investigados são anteriores ao atual mandato de senador. 

“Já há um entendimento no Conselho de Ética do Senado de que casos, episódios que aconteceram fora do exercício do mandato já há um rito de arquivamento ou de rejeição de uma denúncia ou de uma representação que possa ser apresentado lá. Então isso é um episódio que aconteceu fora do mandato de senador e a discussão é jurídica, de advogado no Poder Judiciário, não é no Conselho de Ética e não é no Senado Federal”, disse Alcolumbre nesta sexta-feira (20).

Ainda conforme Alcolumbre, “ele (Flávio Bolsonaro) está no exercício do mandato de senador da República, é filho do presidente da República, mas esses episódios aconteceram nas denúncias da Assembleia quando ele era deputado estadual. Ele vai ter de cumprir o mandato dele como senador e juridicamente responder, como todo mundo faz”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247