Além de Gilmar, mulher de Tofolli e ministra do STJ estão na mira da Receita

Advogada Roberta Maria Rangel, mulher do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, e a ministra do STJ Isabel Galotti, foram incluídas em uma investigação da Receita Federal devido a suspeitas de irregularidades tributárias; investigação é a mesma que apura suspeitas semelhantes envolvendo o ministro do STF Gilmar Mendes e sua mulher, a advogada Guiomar Feitosa; ministros do STF já articulam junto ao Congresso Nacional um projeto para limitar a atuação dos fiscais da Receita

Além de Gilmar, mulher de Tofolli e ministra do STJ estão na mira da Receita
Além de Gilmar, mulher de Tofolli e ministra do STJ estão na mira da Receita (Foto: STF | STJ)

247 - A advogada Roberta Maria Rangel, mulher do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, e a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Isabel Galotti, foram incluídas em uma investigação da Receita Federal devido a suspeitas de irregularidades tributárias. A investigação é a mesma que apura suspeitas semelhantes envolvendo o também ministro do STF Gilmar Mendes e sua mulher, a advogada Guiomar Feitosa. (Leia mais no Brasil 247)

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, a investigação preliminar contra a mulher de Tofolli ainda não teria resultado na abertura de um procedimento formal contra eles. Toffoli foi sócio da esposa no escritório de advocacia Toffoli & Rangel Associados até o ano de 2007.

A investigação preliminar da Receita federal foi conduzida pela Equipe Especial de Programação de Combate a Fraudes Tributárias (EEP Fraude), que tem como uma de suas atribuições a realização de investigações com base em dados fiscais, tributários e bancários de agentes públicos ou ligados a eles.

Na lista de 134 nomes suspeitos de terem incorrido em algum tipo de irregularidade também aparecem o senador e ex-ministro da Agricultura Blairo Maggi e o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Marcelo Ribeiro.

Ao mesmo tempo em que vieram à tona os dados da investigação preliminar, ministros do STF começaram a articular, junto ao Congresso Nacional um projeto para limitar a atuação dos fiscais da Receita. O assunto deverá ser discutido por Toffoli e o secretário especial da Receita, Marcos Cintra, durante um almoço nesta terça-feira, 26.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247