Alemanha e Noruega admitem fim de Fundo da Amazônia devido à política ambiental do governo Bolsonaro

Fundo da Amazônia, criado em 2008 e administrado pelo BNDES, com recursos da Alemanha e da Noruega, poderá ser extinto em breve; ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e embaixadores de Noruega e Alemanha admitiram a possibilidade de que isso possa acontecer ainda este ano; nesta quarta-feira (3), a Alemanha, anunciou a suspensão de um repasse de R$ 151 milhões devido ao crescimento do desmatamento e do desmonte dos órgãos ambientais pelo governo Jair Bolsonaro

(Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

247 - O Fundo da Amazônia, criado em 2008 e administrado atualmente pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), com recursos da Alemanha e da Noruega poderá ser extinto em breve. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e embaixadores de Noruega e Alemanha admitiram nesta quarta-feira (3) a possibilidade de que o fundo bilionário destinado a projetos de conservação e de combate ao desmatamento seja extinto ainda este ano. Nesta quarta, a Alemanha, anunciou a suspensão de um repasse de R$ 151 milhões devido à falta de segurança sobre os reais compromissos do governo Jair Bolsonaro com o meio ambiente. 

A suspensão dos repasses pela Alemanha vem em meio aos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe) que apontam eu o desmatamento na Amazônia brasileira cresceu 88% em maio, quando em comparação com o mesmo período do ano anterior. Além disso, os governos dos dois países já vinham criticando algumas decisões anunciadas pelo governo Bolsonaro, como a utilização de parte dos recursos do fundo para indenizar proprietários rurais em unidades de conservação ou a extinção, sem aviso algum,  do conselho responsável pela distribuição das verbas. 

Nesta quarta-feira, pressionado pelos embaixadores da Alemanha e da Noruega, Georg Witschel e Nils Martin Gunneng, respectivamente, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, se comprometeu a entregar uma minuta de decreto dos pontos que o governo brasileiro pretende alterar na administração e gestão do fundo. Apesar do discurso de continuidade do programa, Salles admitiu que existe a possibilidade de extinção do fundo. "Em teoria, sim", disse. 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247