Almeida: polarização PT/PSDB permanece nestas eleições

 O cientista político Alberto Carlos Almeida lança novo livro – O Voto do Brasileiro – e afirma que o resultado que aponta no segundo turno das eleições de 2018 é previsível: será mais uma vez a polarização PT/PSDB; para Almeida, a oferta de candidatos e partidos permanece praticamente inalterada

almeida
almeida (Foto: Gustavo Conde)

247 – O cientista político Alberto Carlos Almeida lança novo livro – O Voto do Brasileiro – e afirma que o resultado que aponta no segundo turno das eleições de 2018 é previsível: será mais uma vez a polarização PT/PSDB. Para Almeida, a oferta de candidatos e partidos permanece praticamente inalterada.

Leia trechos da entrevista que o cientista político concedeu ao site da BBC Brasil:

“Um forte indicador são as pesquisas já foram divulgadas e mostram o Lula liderando a corrida presidencial, mesmo preso. As pessoas podem até falar "ah, mas ele não vai ser candidato" - pode ser, mas isso é um sinal da força do PT. E essa liderança se dá graças ao Nordeste do país, o que reforça o padrão que eu demonstro no livro com base nas eleições de 2010 e 2014. O que falta é o PT ter um candidato para o lugar do Lula, e nessa hora o Nordeste vai olhar com todo carinho, pensar em programas como o Bolsa Família, como a vida deles melhorou nos anos do PT, etc.

(...)

Não é que nada tenha mudado. Quando se fala do eleitor você está falando da procura, da demanda - o eleitor demanda mudança, e isso não é de hoje. Mas quando falamos de partido, falamos da oferta, e essa oferta no Brasil é "oligopolizada". Os recursos de campanha, recursos financeiros, tempo de televisão - tudo está muito concentrado no PT e PSDB, eles são muito fortes. A diferença entre eles e os competidores deles é muito grande.”

Leia mais aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247