Alvo da Carne Fraca é preso em aeroporto

Agentes da Polícia Federal prenderam na madrugada deste sábado(18), no aeroporto de Guarulhos (SP), o gerente de Relações Institucionais e Governamentais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, quando ele desembarcava de um voo oriundo da África; executivo é alvo de um mandado de prisão preventiva expedido no âmbito da Operação Carne Fraca, deflagrada pela PF nesta sexta-feira (17); um outro executivo da empresa, o diretor André Luis Baldissera também é alvo de um mandado de prisão preventiva; ao todo 22 empresas do setor de frigoríficos estão sob investigação

Executivo da BRF, o gerente de Relações Institucionais e Governamentais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, é preso ao desembarcar em Guarulhos
Executivo da BRF, o gerente de Relações Institucionais e Governamentais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, é preso ao desembarcar em Guarulhos (Foto: Paulo Emílio)

247 - Agentes da Polícia Federal prenderam na madrugada deste sábado(18), no aeroporto de Guarulhos (SP), o gerente de Relações Institucionais e Governamentais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, quando ele desembarcava de um voo oriundo da África. O executivo é alvo de um mandado de prisão preventiva expedido no âmbito da Operação Carne Fraca, deflagrada pela PF nesta sexta-feira (17), que apura irregularidades como o pagamento de propinas a fiscais agropecuários para a concessão de licenças sem que as devidas fiscalizações fossem efetivamente realizadas. Um outro executivo da empresa, o diretor André Luis Baldissera também é alvo de um mandado de prisão preventiva. Ao todo 22 empresas do setor de frigoríficos estão sob investigação.

Por meio de fato relevante encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a BRF informou que está colaborando com as investigações e destacou que cumpre as normas e a legislação vigentes na comercialização de seus produtos, além de possuir rigorosos processos de qualidade e de não compactuar com práticas ilícitas.

"A BRF assegura a qualidade e a segurança de seus produtos e garante que não há nenhum risco para seus consumidores, seja no Brasil ou nos mais de 150 países em que atua", informou a empresa.

O diretor vice-presidente Legal e de Relações da BRF e um dos oito membros da diretoria executiva, José Roberto Pernomian Rodrigues, foi alvo de um mandado de condução coercitiva e de busca e apreensão.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247