Alvo da Lava Jato, Andrade Gutierrez dá calote de R$ 1,1 bilhão

 A construtora Andrade Gutierrez não honrou o pagamento de US$ 325 milhões do seus bônus, cujo vencimento era hoje. Repetiu, assim, o que aconteceu na semana passada com os bônus externos da Odebrecht, no valor de R$ 500 milhões; como a Odebrecht, a Andrade Gutierrez vai usar o prazo de 30 dias para tentar saldar sua dívida; tecnicamente, durante este período, o termo calote ainda não é utilizado pelas vias legais; a construtora ainda tem um problema a mais no horizonte: o bloqueio de R$ 500 milhões determinado pelo TCU

Andrade Gutierrez
Andrade Gutierrez (Foto: Gustavo Conde)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A construtora Andrade Gutierrez não honrou o pagamento de US$ 325 milhões (R$ 1,1 bilhão) dos seus bônus, cujo vencimento era hoje. Repetiu, assim, o que aconteceu na semana passada com os bônus externos da Odebrecht, no valor de R$ 500 milhões. Como a Odebrecht, a Andrade Gutierrez vai usar o prazo de 30 dias para tentar saldar sua dívida. Tecnicamente, durante este período, o termo calote ainda não é utilizado pelas vias legais. A construtora ainda tem um problema a mais no horizonte: o bloqueio de R$ 500 milhões determinado pelo TCU.

Leia mais aqui.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247