Amapá tem novo apagão total, o segundo no governo Bolsonaro

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que um novo apagão atinge todo o Estado do Amapá desde a noite desta terça-feira. O governo ainda não foi capaz de identificar as causas

Crise de energia no Amapá, apagão em Macapá
Crise de energia no Amapá, apagão em Macapá (Foto: Rudja Santos/Amazônia Real)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pela segunda vez neste mês, o estado do Amapá foi atingido nesta terça-feira (17) por um apagão elétrico. Há duas semanas, no dia 3, um incêndio na subestação Macapá, da concessionária Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE), deixou 14 dos 16 municípios do Amapá no escuro por quase quatro dias. Após esse primeiro blecaute, o serviço chegou a ser parcialmente restabelecido. A população viveu graves problemas, além da falta de abastecimento elétrico, também de água e alimentos.

O primeiro apagão provocou graves problemas de segurança, que acarretaram inclusive o adiamento das eleições municipais na capital Macapá. 

O Ministério de Minas e Energia (MME), subordinado diretamente ao presidente da República, e a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA)  não se pronunciaram sobre o segundo apagão, informa O Estado de S.Paulo.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) informou que houve um novo apagão no Estado às 20h35. À reportagem do Estado de S.Paulo, ele disse que não há energia em toda Macapá e nos municípios de Santana e Mazagão.

“ATENÇÃO!! Estamos novamente com APAGÃO TOTAL no Amapá. É URGENTE um esclarecimento das autoridades responsáveis sobre o que aconteceu neste momento”, publicou o senador, em sua conta no Twitter.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email