André Singer: STF freou a marcha golpista

"O Supremo Tribunal Federal bloqueou de vez a marcha golpista. No entanto, trata-se só de parada técnica. O imbróglio do impedimento vai retornar, de um modo ou de outro", diz o colunista André Singer, ao comentar as liminares concedidas pelos ministros Teori Zavascki e Rosa Weber; "Dilma precisa aproveitar o tempo para conversar com a sociedade de modo a construir um pacto que possa repercutir dentro do próprio Congresso"

André Singer: STF freou a marcha golpista
André Singer: STF freou a marcha golpista
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O colunista André Singer avalia que a presidente Dilma Rousseff ganhou tempo, após a semana marcada pelas liminares concedidas pelos ministros Teori Zavascki e Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, que travaram o golpe urdido pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) e pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no texto Novos atores.

"O Supremo Tribunal Federal (STF), por seu turno, em exemplo paradigmático (a ser usado em sala de aula) sobre a função dos contrapesos implícitos na divisão de poderes, bloqueou de vez a marcha golpista. No entanto, trata-se só de parada técnica. O imbróglio do impedimento vai retornar, de um modo ou de outro", diz ele.

"Enquanto a confusão armada em torno das falsas pedaladas segue o ritmo lento determinado pelos freios institucionais, Dilma precisa aproveitar o tempo para conversar com a sociedade de modo a construir um pacto que possa repercutir dentro do próprio Congresso. Jaques Wagner e Ricardo Berzoini devem cuidar da costura parlamentar para obter alguma governabilidade imediata. Mas se a presidente não for capaz de incluir a planície no jogo, será difícil uma solução de médio prazo."

Segundo ele, Dilma deveria convidar empresários e sindicalistas a buscar saídas para a crise, que envolveriam, inclusive, a CPMF. "Se Dilma não usar este momento para trazer novos atores ao palco, vai se ver de novo, mais dia menos dia, sozinha no meio de um enredo golpista desesperado e desesperante."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email