Antes de votação da reforma, governo libera R$ 23 milhões para cada deputado

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), informou à bancada que o governo vai abrir a burra antes da votação da reforma da Previdência e liberar para cada deputado R$ 23 milhões da verba federal; ao informar a bancada, o tucano disse que a liberação é apenas uma "generosidade bolsonarista" e nada tem a ver com o voto dos parlamentares na reforma da Previdência

247 - Lídereres partidários do centrão cobraram a liberação de R$ 10 milhões prometidos pelo governo Bolsonaro a deputados quando a proposta de reforma da Previdência chegasse ao plenário. De acordo com o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), o governo vai abrir a burra.

A informação é do colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim. Segundo ele, Sampaio informou a bancada que cada deputado terá direito a direcionar R$ 23 milhões da verba federal em ações para suas regiões, sendo R$ 10 milhões agora e o restante a partir do segundo semestre. 

"Sampaio jurou que a generosidade bolsonarista não está relacionada ao voto das excelências na reforma da Previdência. Ninguém acreditou, e alguns tiveram que conter a gargalhada", escreveu o jornalista.

A promessa de liberação de verbas tinha sido feita pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, logo no início da tramitação da reforma da Previdência, mas teria sido condicionada à votação da proposta em plenário. Além dos R$ 23 milhões para cada parlamentar, o ministro prometeu mais R$ 20 milhões até o fim do ano.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247