Anvisa aprova retomada dos testes da vacina de Oxford e AstraZeneca

Agência diz que 'continuará acompanhando todos os eventos adversos observados durante o estudo'. Protocolo tinha sido interrompido na terça, após reações em voluntária no Reino Unido. Testes no Brasil serão retomados na segunda-feira

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a volta dos estudos clínicos da vacina da Universidade de Oxford e do laboratório britânico AstraZeneca. Segundo a agência, foram analisados informações recebidas por órgãos britânicos, como a agência reguladora britânica (MHRA) e o Comitê Independente de Segurança do estudo clínico, para validar a decisão. 

Mais cedo, a Astra Zeneca e Oxford haviam anunciado a retomada dos testes no mundo depois da aprovação do comitê independente

Neste sábado, os ensaios clínicos para a vacina foram retomados no Reino Unido. Até o fim da manhã, no entanto, a Anvisa ainda aguardava os dados oficiais do governo britânico e do laboratório. A análise foi iniciada e concluída nesta tarde.

Em nota, a AstraZeneca informou que os testes no Brasil serão retomados na próxima segunda (14). 

A AstraZeneca, laboratório envolvido no processo, havia suspendido os testes de estágio final de sua candidata a vacina contra Covid-19 na terça-feira (8). O motivo foi uma suspeita de reação adversa séria em um participante do estudo na Inglaterra. 

A Anvisa afirmou que continuará acompanhando todos os eventos e, caso seja identificada qualquer  situação grave com voluntários brasileiros, poderá paralisar novamente os testes.

No Brasil, cerca de 5 mil voluntários já receberam a vacina. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email