Ao contrário de Bolsonaro, Mourão diz que irá tomar vacina contra Covid-19: “é uma questão coletiva"

“A vacina é para o país como um todo, é uma questão coletiva, não individual. O indivíduo aqui está subordinado ao coletivo, neste caso”, afirmou o vice-presidente, general Hamilton Mourão

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vice-presidente, general Hamilton Mourão, disse que irá se vacinar contra a Covid-19. “A vacina é para o país como um todo, é uma questão coletiva, não individual. O indivíduo aqui está subordinado ao coletivo, neste caso”, afirmou Mourão. 

Declaração vai na direção contrária ao posicionamento de Jair Bolsonaro, que tem afirmado que não irá tomar o imunizante e defendido que ninguém seja obrigado a se vacinar. 

“Pretendo tomar a vacina dentro da minha vez. Eu sou grupo dois de acordo com o planejamento do Ministério da Saúde. Não vou furar a fila, a não ser que seja propagandística”, acrescentou.  

Mourão retornou ao trabalho nesta segunda-feira (11) após passar 12 dias em isolamento por ter contraído a Covid-19. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email