Apoiador de Leite, Tasso Jereissati irrita cúpula tucana ao acionar PF para investigar fiasco das prévias

Membros do PSDB classificaram a atitude como um "tiro no pé" colocar a PF, que está sob a influência de Bolsonaro, no encalço do presidente do PSDB, Bruno Araújo

O governador Eduardo Leite recebe o apoio do senador Tasso Jereissati.
O governador Eduardo Leite recebe o apoio do senador Tasso Jereissati. (Foto: PSDB/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) liderou uma iniciativa de ex-dirigentes tucanos para pedir à Polícia Federal que investigue as falhas no aplicativo de votação das prévias prévias presidenciais do PSDB. O senador cearense apoia a candidatura do governador gaúcho Eduardo Leite. 

Segundo a jornalista Bela Megale, do Globo, a tucanos graúdos classificam a atitude como um "tiro no pé" colocar a PF, que está sob a influência de Bolsonaro, no encalço do presidente do PSDB, Bruno Araújo. "Para caciques da legenda, Tasso teria agido "de forma impensada e inconsequente'", diz a jornalista. 

Em nota nessa quarta-feira (24), a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), empresa contratada pelo partido para o desenvolvimento da ferramenta, alegou como “causa mais provável ataque de hackers”.

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email