Apoiadores começam mobilização por Lula Livre em Curitiba

Depois do anúncio que o ministro do STF, Marco Aurélio Mello, teria revogado a prisão de condenados apenas em segunda instância, decisão que beneficiaria o ex-presidente Lula, manifestantes começaram movimentação em direção à Curitiba, onde o petista está preso; além da presidenta do PT, Gleisi Hoffman, outros parlamentares, ativistas e movimentos sociais já anunciaram que vão aderir a mobilização pedindo a liberdade de Lula

Apoiadores começam mobilização por Lula Livre em Curitiba
Apoiadores começam mobilização por Lula Livre em Curitiba (Foto: Eduardo Matysiak)

247 - Militantes em apoio da liberdade do presidente Lula (PT) começaram a se reunir em frente da sede da Polícia Federal, em Curitiba, onde o petista está preso, na tarde desta quarta-feira (19). Além dos ativistas que participam do acampamento em defesa da liberdade de Lula, outros simpatizantes e políticos progressistas de diversas partes do país anunciaram ida para a sede da PF.

"Embarcando agora para Curitiba. Acompanharemos a soltura do presidente Lula. Embora a juíza justifique a demora de liberação pelo excesso dos pedidos de alvará, terá q fazê-lo, mais tardar amanhã. A decisão do min Marco Aurélio não pode ser questionado pela vara de execuções penais", disse a presidenta do PT, Gleisi Hoffman, em sua conta no Twitter.

Além dela, outros parlamentares do partido também estão a caminho da capital paranaense, como o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta. Movimentos como o MST, MTST, Frente Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular já anunciaram que participarão da mobilização.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247