Após deixar cargo, ex-presidente da Funai critica gestão Bolsonaro

O general do Exército da reserva Franklimberg Ribeiro de Freitas, escolhido pela ministra Damares Alves como presidente da Funai, criticou a gestão Bolsonaro logo após pedir demissão do cargo; "Presidente está muito mal assessorado", disse ele 

Após deixar cargo, ex-presidente da Funai critica gestão Bolsonaro
Após deixar cargo, ex-presidente da Funai critica gestão Bolsonaro
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O general do Exército da reserva Franklimberg Ribeiro de Freitas, escolhido pela ministra Damares Alves como presidente da Funai, criticou a gestão Bolsonaro logo após pedir demissão do cargo. 

“Quem assessora o senhor presidente não tem conhecimento de como funciona o arcabouço jurídico que envolve a Fundação Nacional do Índio. O presidente está muito mal assessorado a respeito da condução da política indigenista no país. E quem assessora o senhor presidente da República é o senhor Nabhan [Garcia]. Que, quando fala sobre indígena, saliva ódio aos indígenas”, disse Franklimberg Freitas a servidores do órgão, segundo Rubens Valente, da Folha de São Paulo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247