Após julgamento, PT vai intensificar agenda eleitoral e fazer ato pró-Lula

Independentemente do resultado do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acontecerá nesta quarta-feira (24), no TRF-4, em Porto Alegre, o PT pretende fazer um ato político na quinta-feira que servirá como o lançamento da candidatura Lula rumo à Presidência da República; PT também entregou ao ex-prefeito de São Paulo, Fernand Haddad, a responsabilidade da coordenação do programa de governo da candidatura de Lula e a elaboração de uma nova versão da "Carta ao Povo Brasileiro" que deverá ser apresentada no dia 26 de fevereiro, durante a comemoração dos 38 anos de fundação do PT

Lula
Lula (Foto: Paulo Emílio)

247 - Independentemente do resultado do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acontecerá nesta quarta-feira (24), no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o PT pretende fazer um ato político na quinta-feira que servirá como o lançamento da candidatura Lula rumo à Presidência da República.

Ainda na quinta-feira, o PT deverá realizar uma reunião com suas principais lideranças e com os membros da executiva nacional. Também devem participar do encontro os cinco governadores do partido, além de deputados e senadores. "Não vamos aceitar calados uma condenação do ex-presidente Lula" disse um dos vice-presidentes da legenda, Alexandre Padilha.

O PT também entregou ao ex-prefeito de São Paulo, Fernand Haddad, a responsabilidade da coordenação do programa de governo da candidatura de Lula e a elaboração de uma nova versão da "Carta ao Povo Brasileiro", que foi apresentada em 2002. A nova versão deverá ser apresentada no dia 26 de fevereiro, durante a comemoração dos 38 anos de fundação do PT
.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247