Aras diz que é preciso “corrigir os equívocos” da Lava Jato

O subprocurador Augusto Aras tem confidenciado a interlocutores que, quando assumir o comando da PGR, quer levar aos ministérios públicos dos estados o trabalho de investigação da “boa Lava Jato”. Num diálogo com o procurador Deltan Dallagnol, por exemplo, Aras afirmou que é preciso “corrigir os equívocos” da Lava Jato

Augusto Aras
Augusto Aras (Foto: Marcos Brandão/Senado Federal)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O subprocurador Augusto Aras tem confidenciado a interlocutores que, quando assumir o comando da Procuradoria-Geral da Republica, quer levar aos ministérios públicos dos estados o trabalho de investigação da “boa Lava Jato”. A informação é do Blog de Andréia Sadi

Em conversas reservadas, ele repete que tem críticas aos “excessos” da Operação Lava Jato. Num diálogo com o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, por exemplo, Aras afirmou que é preciso “corrigir os equívocos” da Lava Jato.

Aras ressalva que, apesar das críticas, não pode “jogar no lixo” a “boa Lava Jato”, que pretende levar “para todo o Brasil”.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247