Araújo encampa ideologia dos EUA e fala em grupos terroristas na América do Sul

Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que voltou de uma viagem aos Estados Unidos junto com o presidente Jair Bolsonaro, encampou a tese dos EUA de que existem grupos terroristas na região; "Até recentemente, não se admitia que havia terroristas na América do Sul. Hoje, sabe-se que isso é uma ameaça, um dos problemas do colapso venezuelano", disse; declaração mostra mais um sinal de alinhamento aos interesses norte-americanos, especialmente na deposição do presidente venezuelano Nicolás Maduro

Araújo encampa ideologia dos EUA e fala em grupos terroristas na América do Sul
Araújo encampa ideologia dos EUA e fala em grupos terroristas na América do Sul (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que voltou de uma viagem aos Estados Unidos junto com o presidente Jair Bolsonaro, afirmou que existem grupos terroristas na América do Sul, especialmente na Venezuela. A declaração mostra mais um sinal de alinhamento da atual política externa brasileira aos interesses norte-americanos, já que até então o Brasil jamais havia aceito a tese dos EUA sobre atuação de grupos terroristas na tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina em Foz do Iguaçu(PR).

"Até recentemente, não se admitia que havia terroristas na América do Sul. Hoje, sabe-se que isso é uma ameaça, um dos problemas do colapso venezuelano", disse Araújo. O chanceler, contudo, não citou quais grupos estariam atuando na região. Atualmente o Brasil só reconhece dois grupos terroristas, o Estado Islâmico e a al-Qaeda

Apesar do alinhamento aos EUA no tocante à Venezuela, Araújo voltou a negar que o Brasil deva aderir a uma invenção militar no país, embora tenha defendido a imposição de novas sanções contra o governo do presidente Nicolás Maduro. "Não, absolutamente. De forma nenhuma", disse sobre uma possível atuação do Brasil em uma intervenção na Venezuela encabeçada pelos Estados Unidos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247