Arrocho ao salário mínimo pode ser rejeitado no Congresso

O anúncio de que o salário mínimo será corrigido apenas pela inflação causou impacto negativo entre parlamentares; a Proposta do governo Bolsonaro que traça as diretrizes para o Orçamento prevendo arrocho no mínimo pode ser rejeitada pelo Congresso, afirmam deputados e senadores

Arrocho ao salário mínimo pode ser rejeitado no Congresso
Arrocho ao salário mínimo pode ser rejeitado no Congresso
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O anúncio de que o salário mínimo será corrigido apenas pela inflação causou impacto negativo entre parlamentares; a Proposta do governo Bolsonaro que traça as diretrizes para o Orçamento prevendo arrocho no mínimo pode ser rejeitada pelo Congresso, afirmam deputados e senadores. 

A medida põe fim a um período de 15 anos em que os trabalhadores obtinham ganhos reais. De quebra, o arrocho proposto por Bolsonaro deteriora ainda mais o clima para a tramitação da reforma da Previdência.

Reportagem de Daniel Carvalho e Danielle Brant no jornal Folha de S.Paulo relata a repercussão negativa em diferentes partidos.

A política de aumento real do salário mínimo foi implementada no governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e transformada em lei por sua sucessora Dilma Rousseff (PT). A política de valorização do salário mínimo contribuiu para a redução da pobreza e da desigualdade.

Leia mais 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247