Assessor de Bolsonaro que atuou com milícias virtuais é convocado pela CPMI das fake news

Assessor especial de Jair Bolsonaro, Filipe Martins, foi convocado pelo deputado federal Rui Falcão (PT) a dar depoimento na CPMI das Fake News pela sua atuação junto à milícia virtual bolsonarista

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O assessor especial de Jair Bolsonaro para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, foi convocado pelo deputado federal Rui Falcão (PT) a dar depoimento na CPMI das Fake News. O requerimento chama Filipe de “influenciador digital” e tem como principal argumento a reportagem de Felipe Moura Brasil “Os blogueiros de crachá”, publicada na Crusoé na última sexta-feira (11).

No Twitter, o assessor disse que a convocação se trata de uma tentativa de criminalizar o presidente Jair Bolsonaro e seu governo. “Quem quer que ouse expressar uma visão positiva do governo é logo bombardeado com acusações infundadas, ofensas e narrativas delirantes (milícia virtual, etc). Vamos pro pau!”, escreveu nesta terça-feira (15).

A reportagem da Crusoé revelou que Martins atuou estrategicamente junto aos membros da milícia virtual bolsonarista, em articulação realizada através de grupos no WhatsApp. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247