Associação de procuradores se declara ‘em luto’ por escolha de Aras

A ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) divulgou nota pública rechaçando a escolha de Augusto Aras como novo PGR. Com a decisão, Jair Bolsonaro ignorou a listar tríplice, votada pela categoria

(Foto: Reprodução/TV Record)

247 - A ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República) divulgou nota pública rechaçando a escolha de Augusto Aras como novo procurador-geral da República. Com a decisão, Jair Bolsonaro ignorou a listar tríplice, votada pela categoria.

A entidade lançou uma campanha na qual se disse “em luto” com a escolha, segundo a Época.

Na nota, a ANPR disse ter recebido a indicação “com absoluta contrariedade” e diz que se trata de uma “ação que interrompe um costume constitucional de quase duas décadas de respeito à lista tríplice, seguido pelos outros 29 Ministérios Públicos do país”.

“A escolha significa, para o Ministério Público Federal (MPF), um retrocesso institucional e democrático”, aponta ainda o comunicado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247