Ataque em Campinas e liberação de armas 'são coisas diferentes', diz Onyx

Virtual ministro da Civil, o investigado Onyx Lorenzoni afirmou que o tiroteio que terminou com cinco pessoas mortas na Catedral Metropolitana de Campinas (SP) não muda a disposição do futuro governo em liberar e estimular a posse de armas de fogo no País; ele disse: "são coisas completamente diferentes"; o deputado do DEM ainda afirmou que os governos do PT desrespeitaram a vontade da população que votou contra o desarmamento em referendo de 2005

Ataque em Campinas e liberação de armas 'são coisas diferentes', diz Onyx
Ataque em Campinas e liberação de armas 'são coisas diferentes', diz Onyx (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

247 - Virtual ministro da Civil, o investigado Onyx Lorenzoni afirmou que o tiroteio que terminou com cinco pessoas mortas na Catedral Metropolitana de Campinas (SP) não muda a disposição do futuro governo em liberar e estimular a posse de armas de fogo no País. Ele disse: "são coisas completamente diferentes". O deputado do DEM ainda afirmou que os governos do PT desrespeitaram a vontade da população que votou contra o desarmamento em referendo de 2005.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca mais um trecho da fala de Onyx: "o presidente [Jair Bolsonaro] pretende respeitar a vontade expressa pela maioria da população naquele momento, o direito à legítima defesa. Vamos respeitar isso dentro da lei."

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247