Até Reale fala em chantagem de Cunha

“Não foi coincidência que Cunha tenha decidido acolher o pedido no momento em que deputados do PT decidiram votar a favor de sua cassação no Conselho. Foi uma chantagem explicita”, reconheceu o jurista Miguel Reale Junior, um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, aceito ontem pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB)

“Não foi coincidência que Cunha tenha decidido acolher o pedido no momento em que deputados do PT decidiram votar a favor de sua cassação no Conselho. Foi uma chantagem explicita”, reconheceu o jurista Miguel Reale Junior, um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, aceito ontem pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB)
“Não foi coincidência que Cunha tenha decidido acolher o pedido no momento em que deputados do PT decidiram votar a favor de sua cassação no Conselho. Foi uma chantagem explicita”, reconheceu o jurista Miguel Reale Junior, um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, aceito ontem pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB) (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Até o jurista Miguel Reale Junior, um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, aceito ontem pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), reconheceu chantagem por parte do deputado:

“Não foi coincidência que Cunha tenha decidido acolher o pedido no momento em que deputados do PT decidiram votar a favor de sua cassação no Conselho. Foi uma chantagem explicita”, disse. Mas, segundo ele, em entrevista ao ‘Estado de S. Paulo’, Cunha “escreveu certo por linhas tortas”.

Na avaliação dos juristas, as chamadas pedaladas e o decreto que abriu crédito suplementar para despesas do governo sem autorização do Congresso são as questões mais graves contra Dilma.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247