Atendentes do 193 e 190 iniciam greve no Distrito Federal

Empresa Fiana atrasa pagamento do salrio e terceirizados cruzam os braos por 24 horas; Secretaria de Segurana garante que os servios de emergncia no sero comprometidos; militares so escalados para atender aos telefones

Atendentes do 193 e 190 iniciam greve no Distrito Federal
Atendentes do 193 e 190 iniciam greve no Distrito Federal

Brasília247 – Funcionários da empresa Fiança que atendem aos telefones de emergência 190 e 193, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros, respectivamente, estão paralisados nesta sexta-feira (10). Apenas 10 dos 30 tercerizados que atendem, por dia, 12 mil ligações, mantiveram as atividades. No período da tarde, militares vão assumir o trabalho para não deixar o brasiliense na mão. A greve será mantida até sábado (11), quando haverá outra assembleia.

O atraso no pagamento do salário do mês de janeiro - que deveria ter sido depositado no dia 6 - do tíquete-alimentação e do vale transporte é o motivo da greve, afirma o diretor do Sindicato de Trabalhadores de Telecomunicação, Leandro da Fonseca Silva. Depois de uma assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (11), os 200 funcionários contratados pela Fiança decidiram parar. Segundo ele, a empresa não cumpre os compromissos com os trabalhadores. “Há quatro anos a empresa tem esta operação e sempre houve problema no pagamento do salário”, afirmou. Um atendente recebe cerca de R$ 700.

Silva contou que na quinta-feira (9) houve uma reunião entre representantes do sindicato e da empresa, mas que a negociação não avançou. O atraso no pagamento do salário teria ocorrido por um problema administrativo financeiro. “Se o problema fosse o atraso só no mês de fevereiro e compreensível, mas isso se perdura muito tempo”, reclama o diretor.

Segundo a assessoria de imprensa da Fiança, empresa responsável pelos trabalhadores terceirizados, o atraso no pagamento foi causado pelo demora na liberação de uma certidão da Receita Federal. Só de posse desse documento é que o GDF pode repassar o valor dos salários dos trabalhadores. A assessoria disse ainda que estará de posse da certidão na segunda-feira (13) e que deve protocolar no governo o pedido de liberação da verba. A Fiança confirma que o pagamento será depositado na conta dos atendentes na quarta-feira (15).

A paralisação dos atendentes não vai comprometer os serviços do 190 e 193, garantiu o coronel Jooziel de Melo Freire, subsecretário de Operações da Secretaria de Segurança. De acordo com ele, despachantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros serão acionados no período da tarde para ocupar os postos deixados pelos grevistas. “Não estamos refém da situação, temos um plano B”, afirmou.

Freire disse que a empresa foi notificada e poderá ser advertida para repor os funcionários caso o movimento perdure. O coronel disse ainda que o contrato com a Fiança deverá ser revisto pois os atrasos no pagamento do salário dos trabalhadores é um problema constante.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247