Baixa adesão no site do Aliança pelo Brasil preocupa Bolsonaro

A baixa adesão no site da legenda Aliança pelo Brasil preocupa o clã Bolsonaro, que apostava que a sigla saia do papel a tempo de lançar candidatos para as eleições municipais de 2020

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O número de adesões à legenda Aliança pelo Brasil, de Jair Bolsonaro, acendeu o alerta vermelho de aliados. Segundo o colunista Lauro Jardim, do O Globo, em uma semana, entre sexta-feira passada e ontem, 150 mil pessoas se cadastraram no site, na área destinada a interessados em se filiar.

A baixa adesão preocupa o clã Bolsonaro porque eles apostam na possibilidade de o Aliança pelo Brasil sair do papel a tempo de lançar candidatos para as eleições municipais de 2020.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que a Justiça Eleitoral pode aceitar o uso de assinaturas eletrônicas para a formação de um partido político. Mas diante dos números das adesões, a situação entra em outro patamar.

Para se tornar partido o TSE exige 492 mil assinaturas de apoiadores em nove estados para conceder o registro. Estratégia é buscar assinaturas em entidades que apoiam Bolsonaro, como igrejas e quartéis.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247