Bancada do PT na Câmara emite nota de apoio a Marcelo Freixo

A Bancada do PT na Câmara divulgou, nesta quinta-feira (13), nota de apoio ao deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ); a manifestação vem depois que foi revelada a descoberta, por parte da Polícia Civil, de um plano de milicianos para assassinar Freixo; a nota, assinada pelo líder da bancada, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), também cobra a elucidação da execução da vereadora Marielle Franco e do seu motorista, Anderson Gomes

Bancada do PT na Câmara emite nota de apoio a Marcelo Freixo
Bancada do PT na Câmara emite nota de apoio a Marcelo Freixo

PT na Câmara  - A Bancada do PT na Câmara divulgou, nesta quinta-feira (13), nota de apoio ao deputado estadual Marcelo Freixo (PSol-RJ). A manifestação vem depois que foi revelada a descoberta, por parte da Polícia Civil, de um plano de milicianos para assassinar Freixo. A nota, assinada pelo líder da bancada, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), também cobra a elucidação da execução da vereadora Marielle Franco e do seu motorista, Anderson Gomes, vitimados no dia 14 de março.

Confira a íntegra do texto:

Nota de apoio ao deputado Marcelo Freixo

A Bancada do PT manifesta irrestrita solidariedade ao deputado Marcelo Freixo (PSOL RJ) diante das graves ameaças à sua vida, reveladas por autoridades policiais do Rio. Nosso compromisso histórico e perene com a Democracia nos leva a afirmar que a perseguição e o extermínio de lutadores sociais, defensores de Direitos Humanos e parlamentares associados a essas causas simbolizam o crescimento do autoritarismo diante do qual jamais nos calaremos.

A atuação do deputado federal eleito Marcelo Freixo (PSol-RJ) é uma valiosa referência para a luta nesta área no Brasil. Para além da solidariedade diante das ameaças que o parlamentar sofre há anos, nos somamos às vozes que cobram não apenas a sua proteção, mas, sobretudo, o desmantelamento dos segmentos do crime organizado que conspiram contra a sua vida e, por conseguinte, são um perigo permanente para o conjunto da sociedade.

Enfatizamos também a obrigação que as autoridades competentes possuem no tocante à elucidação do assassinato de Marielle Franco e de Anderson Gomes, cuja impunidade completou 274 dias neste 13 de dezembro, data que marca cinco décadas da assinatura do famigerado AI-5, dispositivo que permitiu à ditadura civil-militar instaurada em 1964 cometer atrocidades configuradas como crimes contra a humanidade.

Na pessoa de Freixo e na memória viva de Marielle e Anderson, nossa solidariedade se estende a todos os lutadores e lutadoras do PSOL

Brasília, DF, 13 de dezembro de 2018.

Dep. Paulo Pimenta (PT-RS)
Líder do PT na Câmara dos Deputados

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247