Barbosa cogitou dar resposta pública a FHC

Em entrevista ao programa "Manhattan Connection", ex-presidente FHC disse ser "difícil imaginar Joaquim Barbosa na vida partidária"; sobre eventual candidatura à Presidência do ministro, atual presidente do Supremo Tribunal Federal, o tucano afirmou que ele não tem as "características necessárias para conduzir o Brasil de maneira a não provocar grandes crises"; Barbosa ficou contrariado com as declarações 

Em entrevista ao programa "Manhattan Connection", ex-presidente FHC disse ser "difícil imaginar Joaquim Barbosa na vida partidária"; sobre eventual candidatura à Presidência do ministro, atual presidente do Supremo Tribunal Federal, o tucano afirmou que ele não tem as "características necessárias para conduzir o Brasil de maneira a não provocar grandes crises"; Barbosa ficou contrariado com as declarações 
Em entrevista ao programa "Manhattan Connection", ex-presidente FHC disse ser "difícil imaginar Joaquim Barbosa na vida partidária"; sobre eventual candidatura à Presidência do ministro, atual presidente do Supremo Tribunal Federal, o tucano afirmou que ele não tem as "características necessárias para conduzir o Brasil de maneira a não provocar grandes crises"; Barbosa ficou contrariado com as declarações  (Foto: Roberta Namour)

247 – Em participação ao programa "Manhattan Connection", o ex-presidente FHC criticou o presidente do STF, Joaquim Barbosa.

Segundo o tucano disse ser "difícil imaginar Joaquim Barbosa na vida partidária". Sobre eventual candidatura à Presidência do ministro, ele afirmou que ele não tem as "características necessárias para conduzir o Brasil de maneira a não provocar grandes crises".

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, prestes a deixar o STF, Barbosa ficou contrariado com declarações de FHC e por pouco não deu uma resposta pública ao tucano.

Entre os cabos eleitorais mais influentes dessa eleição, de acordo com pesquisa Datafolha concluída na última quinta-feira, Barbosa aparece em segundo lugar. Perde apenas para o ex-presidente Lula. 26% dos eleitores afirmam que votariam em candidato indicado pelo ministro. Já o tucano, que apoia o presidenciável Aécio Neves, tem apenas 12% de influência positiva entre eleitores.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247