Barbosa e Marina descartam aliança nas eleições de outubro

Prestes a se filiar ao PSB, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa não deverá firmar uma aliança com a ex-senadora Marina Silva (Rede) visando as eleições presidenciais deste ano; segundo o presidente do PSB, Carlos Siqueira, uma aliança entre eles é considerada "improvável; Barbosa deverá se filiar ao PSB ainda nesta semana. Marina já foi candidata a vice na chapa presidencial do ex-governador de pernambuco Eduardo Campos (PSB) e depois assumiu a cabeça da chapa com a morte do socialista em um acidente de avião.

Prestes a se filiar ao PSB, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa não deverá firmar uma aliança com a ex-senadora Marina Silva (Rede) visando as eleições presidenciais deste ano; segundo o presidente do PSB, Carlos Siqueira, uma aliança entre eles é considerada "improvável; Barbosa deverá se filiar ao PSB ainda nesta semana. Marina já foi candidata a vice na chapa presidencial do ex-governador de pernambuco Eduardo Campos (PSB) e depois assumiu a cabeça da chapa com a morte do socialista em um acidente de avião.
Prestes a se filiar ao PSB, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa não deverá firmar uma aliança com a ex-senadora Marina Silva (Rede) visando as eleições presidenciais deste ano; segundo o presidente do PSB, Carlos Siqueira, uma aliança entre eles é considerada "improvável; Barbosa deverá se filiar ao PSB ainda nesta semana. Marina já foi candidata a vice na chapa presidencial do ex-governador de pernambuco Eduardo Campos (PSB) e depois assumiu a cabeça da chapa com a morte do socialista em um acidente de avião. (Foto: Paulo Emílio)

247 - Prestes a se filiar ao PSB, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa não deverá firmar uma aliança com a ex-senadora Marina Silva (Rede) visando as eleições presidenciais deste ano. Segundo o presidente do PSB, Carlos Siqueira, uma aliança entre eles é considerada "improvável". Barbosa deverá se filiar ao PSB ainda nesta semana. Marina já foi candidata a vice na chapa presidencial do ex-governador de pernambuco Eduardo Campos (PSB) e depois assumiu a cabeça da chapa com a morte do socialista em um acidente de avião. 

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, Siqueira destacou que a Rede faz oposição aos governos estaduais do PSB. "É improvável que coliguemos. Se ela acha que os nossos governos não merecem o apoio da Rede, porque nós vamos achar que devemos apoiá-la?", disse.
Marina também praticamente descartou uma aliança ao afirmar que "ainda que uma figura como o Joaquim Barbosa venha para a política e possa contribuir, sim, temos que olhar para a estrutura institucional que está sendo pensada, para que a renovação não seja apenas nominal".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247